Belém

Aprovada proposta que dá o nome de Bernardo Sayão a rodovias que ligam Brasília a Belém

Foi aprovado na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), nesta terça-feira (21), projeto que devolve o nome do engenheiro Bernardo Sayão a trechos da BR-153, de Goiás a Tocantins; da BR-226, no Maranhão; e da BR-010 e da BR-316, no Pará, estrada conhecida como Belém-Brasília. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 641/2015, do ex-senador Donizeti Nogueira, é terminativo na comissão e segue para a Câmara, se não houver recurso para análise em Plenário.

Projeto vai compartilhar experiências de vida de pessoas com deficiência

A partir das 16h30 desta sexta-feira (17), uma equipe do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) estará no terceiro piso do Shopping Boulevard, em Belém, para apresentar o projeto “De mãos dadas: visibilidade para todos e todas”, voltado à defesa dos direitos e inclusão social das pessoas com deficiência e dos idosos.

Polícia Civil deflagra operação para prender associação criminosa

A Polícia Civil deflagrou, operação que resultou em cinco prisões e nas apreensões de armas de fogo, veículos e documentos de identidade falsos, usados por integrantes de uma associação criminosa especializada em roubos na modalidade conhecida como "saidinha bancária". Eles foram presos em flagrante no momento em que planejavam um assalto na saída de uma agência bancária, no bairro de Nazaré, em Belém. Os presos são Jair Lourenço da Silva; Cleberson Freitas de Queiroz; Luiz Otávio Damião Bahia; Benneton Geová da Costa Malcher e Irlon Dias Gomes.

Polícia Civil do Pará prende envolvidos em estelionato praticados por meio de site em Belém

A Polícia Civil prendeu, duas pessoas em flagrante por crime de estelionato praticado por meio virtual, em Belém. As prisões foram realizadas por policiais civis da Divisão de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos (DPRCT). Os presos são Weslen Madson Costa Franco e Angélica da Costa Cunha. Eles são acusados de participar de uma associação criminosa responsável em aplicar golpes em vítimas na capital paraense.

Polícia Civil prende acusado de arrombar veículos com aparelho bloqueador de trava de carros em Belém

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (08), Luiz Cezar Silva Barbosa de Sousa, 39 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, acusado de arrombar e furtar objetos de valor em carros, em Belém. Ele foi preso em sua casa, no bairro da Sacramenta, na capital paraense, por policiais civis da Delegacia de Polícia do Marco, responsáveis pelas investigações.

Detran vai leiloar 883 veículos em Belém e Marabá

O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) realiza, no mês de abril, o segundo leilão do ano de 2019, com a disponibilização de 883 veículos. Em Belém, a ação será nos dias 30 de abril e 16 e 17 de maio; já nos dias 21 e 22, ocorre em Marabá. Os carros e motos que serão leiloados foram apreendidos em fiscalizações de trânsito e se encontram no parque de retenção do órgão há mais de 60 dias. O valor dos lances varia de R$ 200 a R$ 13.600, de acordo com o veículo e seu estado de conservação.

Polícia Civil prende três envolvidos em furto com arrombamento de banco em Belém

A Polícia Civil apresentou, nesta quarta-feira (10), informações sobre as prisões de três homens por envolvimento no arrombamento de uma agência bancária, em Belém. Erick Ireno Martins, Elder Benvindo Bonfim e José Santiago de Albuquerque foram presos, nesta terça-feira (09), no interior de um motel, localizado na região metropolitana da capital. O furto no banco ocorreu no ano passado. As prisões foram realizadas por policiais civis da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE).

Promotoria ajuíza ações para suspender empresas que não cumprem normas de combate a incêndio

A 2ª promotoria de justiça de Defesa do Consumidor de Belém ingressou com Ações Civis Públicas (ACP) para suspensão imediata das atividades de duas empresas na capital, que não atendem as normas de medidas de segurança para combate a incêndios.  O estabelecimento comercial Importadora de Ferragens, e a sede da Virtu Marketing e Comunicação Ltda já estão com laudo de interdição emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA), mas continuam funcionando irregularmente.