MPPA recomenda vistoria em unidades de saúde para evitar o estrago de vacinas

A 4ª Promotoria de Justiça de Defesa Comunitária e Cidadania de Castanhal expediu uma recomendação nesta quinta-feira, 15 de julho, à Prefeitura e à Secretaria Municipal de Saúde. O documento recomenda a fiscalização e vistorias nas unidades de saúde para evitar o desperdício de vacinas que deveriam ser distribuídas à população, seja contra a Covid-19 ou outras doenças.

A recomendação fez-se necessária após circular nos portais de notícia e redes sociais que várias vacinas, dentre elas, algumas contra covid-19, haviam estragado devido falta de energia por conta de uma situação irregular improvisada pela equipe elétrica da Prefeitura.

Considerando a necessidade de se reduzir a velocidade de contágio e garantir a melhor administração possível do recurso limitado que são as vacinas, o Ministério Público do Pará recomenda a fiscalização em todas as unidades que possuem vacinas armazenadas, sejam estas contra Covid-19 ou demais doenças.

O documento prevê ainda que sejam realizadas manutenções em todas as unidades de saúde que tenham quaisquer vacinas em depósito, a fim de que o estrago de vacina não se repita, determinando um prazo máximo de 10 dias para que as medidas sejam tomadas.

A promotora de Justiça Maria José Vieira de Carvalho Cunha, que assina a recomendação, ressalta que, embora essa seja uma orientação extrajudicial de caráter voluntário, seu descumprimento pode acarretar a tomada das medidas legais cabíveis.

Fonte: MPE